NOVA ROTA DA SEDA E A ASCENSÃO PACÍFICA CHINESA

Manuelly P. Barbosa, Marcos Costa Lima, Pedro A. A Fonseca, Robson A. M. Gomes Júnior, Vítor L. Alves

Resumo


O artigo objetiva analisar o surgimento da política chinesa de estado One Belt, One Road, que visa reconstruir e expandir a antiga Rota da Seda por meio de investimentos econômicos e infraestruturais com ampla irradiação para países asiáticos, africanos e europeus. Assim, tem dois propósitos centrais: discutir, inicialmente, a formação de uma Escola Chinesa de Relações Internacionais, que é uma expressão da nova dinâmica e sucesso da China em âmbito internacional, de buscar nas raízes de sua cultura mais que milenar, uma base capaz de estabelecer as diferenças das teorias ocidentais dominantes nas relações internacionais. E com base nesta literatura, articular a formulação de uma teoria das relações internacionais chinesa com a magnitude do projeto One Belt, One Road, explicitando suas motivações econômicas – sendo um projeto de alto risco – tanto pela quantidade de obras a serem feitas quanto pelo capital à ser investido, mas também políticas, de propagar a ideia de uma ascensão chinesa pacífica e cultural, de valorizar a tradição e os valores chineses.

Texto completo:

32-51 | PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2447-2646