A MARCHA DAS VADIAS: A CONSTRUÇÃO DA CONSTRUÇÃO

RENATA MAIRA CORACIARA STADTLER

Resumo


O processo de construção coletiva dos movimentos sociais passa por um mar de discussões e problematizações de vários alcances e entendimentos. A Marcha das Vadias surge num momento de grande efervescência das redes sociais e de renovação no jeito de se fazer o Movimento Social. Os desdobramentos de como o movimento foi sendo conduzido e crescendo e se consolidando numa visão geral e especificamente na cidade de Recife, Pernambuco, Brasil. É possível compreender que a trajetória da marcha das vadias na capital pernambucana está fincada nas bases de um feminismo jovem e pulsante trazendo uma perspectiva arejada ao já atuante movimento feminista.

Texto completo:

01-08 | PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2447-2646