HIP HOP COMO FORMADOR DE IDENTIDADE DE GRUPOS PERIFÉRICOS

Marília Nunes Soares

Resumo


O presente ensaio tem como objetivo uma análise sobre as condições apresentadas na periferia que acarretaram o nascimento da cultura de rua, conhecida como HIP HOP. A princípio serão analisados os antecedentes históricos que possibilitaram tal surgimento. Em seguida, as características e elementos presentes no movimento, assim como seu crescimento e difusão para diversos locais do globo, especialmente, sua existência e transformação social no Brasil. Serão abordadas também visões do hip hop como tribo urbana e/ou movimento social.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2447-2646